Bento XVI em Malta: “Dependemos totalmente de Deus”.


foto_02O papa Bento XVI começou a visita de dois dias a Malta onde chegou ontem, 17, por volta das 17h (horário local), tendo sido recebido pelo presidente maltês, George Abela, e por outras autoridades civis, políticas e religiosas.
Na missa que presidiu para 50 mil pessoas esta manhã, na Praça dos Celeiros, na cidade de Floriana, Bento XVI destacou que a pessoa humana depende em tudo de Deus e que as tecnologias não têm a resposta para todos os desejos humanos.

“Tentou-se pensar que a tecnologia avançada de hoje possa responder a todos os nossos desejos e nos salvar dos perigos que nos assediam. Mas não é assim. Em todos os momentos da nossa vida, dependemos totalmente de Deus, no qual vivemos, nos movemos e temos a nossa existência", disse o papa.

Segundo o papa nem todas as propostas oferecidas pelo mundo devem ser acolhidas. “Muitas vozes procuram nos convencer a deixar de lado a nossa fé em Deus e na sua Igreja e de escolher, nós mesmos, os valores e as crenças com as quais viver. Quando isso acontece devemos nos recordar do episódio do Evangelho de hoje, quando os discípulos, todos pescadores experientes, não conseguem pescar sequer um peixe, situação que muda com a presença de Jesus”, advertiu.

foto_03Bento XVI destacou as tradições maltesas e lembrou os muitos viajantes que passaram pela ilha, entre os quais São Paulo. "A riqueza e a variedade da cultura maltesa são um sinal que o seu povo recebeu muito do intercâmbio de dons e hospitalidade com os viajantes provenientes do mar. É significativo que vocês souberam exercitar o discernimento para melhor individuar o que eles tinham para oferecer" , afirmou.

O papa exortou os malteses a perseverarem na fé e nos valores que lhes foram transmitidos pelo apóstolo São Paulo. "Recordem-se que o intercâmbio de bens entre essas ilhas e o resto do mundo é um processo com dois caminhos. Aquilo que recebem, analisem com cuidado, e o que vocês possuem de valor, saibam compartilhar com os demais".

Terminada a missa, Bento XVI rezou a oração Regina Coeli com os fiéis diante da imagem de Nossa Senhora de Ta'Pinu. Ele ressaltou a devoção do povo maltês pela Mãe de Deus. "Peço especialmente a vocês que se dirijam a ela na oração com o título de Rainha da Família.
Para ler os discursos do papa em sua visa a Malta, acesse: http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/travels/2010/index_malta_po.htm

Fonte: http://www.cnbb.org.br/site/imprensa/noticias/3043-bento-xvi-em-malta-dependemos-totalmente-de-deus