Um verdadeiro Pentecostes sacerdotal

Leia o relato do Padre Eduardo Braga (Dudu) sobre as experiências vividas no encerramento do Ano Sacerdotal em Roma.

 Escrevo este testemunho horas depois do término, aqui em Roma, do Retiro para sacerdotes ligados a RCC promovida pelo ICCRS e pela Fraternidade Católica das Novas Comunidades Carismáticas.
 Tudo foi favorável. Roma está lotada de sacerdotes do mundo inteiro que vieram para o encerramento do Ano Sacerdotal a pedido do Papa Bento. A RCC, sabiamente conduzida pelo Espírito, na véspera da programação oficial, fez um convite aos sacerdotes que estão ligados ao Movimento. O apelo foi bem respondido. Creio que éramos quase 500 sacerdotes. O tema da jornada de retiro foi “O dom do sacerdócio”.
 Além de Michelle Moran, presidente do ICCRS, e de Matteo Calisi, presidente da Frater Internacional, o evento contou com o testemunho de dois sacerdotes pioneiros: Pe. Tom Forrest e Pe. Kevin. Além da maternidade espiritual e a profecia da Ir. Briege, que não poderia faltar...
 Dom Grech, Bispo da Austrália também nos falou sobre o tema. Fomos ainda agraciados com as palavras de Dom Mauro Piacenza, Secretário da Congregação do Clero.
 Foi um verdadeiro Pentecostes sacerdotal! Todos nos recordaram do grande poder dado por Cristo a nós. Falou-se no carisma de cura e da autoridade que temos de expulsar o mal, como continuação da missão de Cristo pelos sacerdotes. Dom Mauro frisava que estávamos vivendo uma convocação do Espírito e foi corajoso ao dizer que, se nós não assumirmos, pelo carisma do Espírito, o dom da caridade pastoral, de guia de nossas comunidades, o diabo começará a guiá-las...Terminou orando: Espírito Santo, renova o Dom do sacerdócio do Filho em todos os sacerdotes aqui presentes!
 Em determinado certo momentoIr. Briege orava pedindo o Batismo no Espírito Santo e “uma nova graça de santidade”. Eis aqui o ponto forte deste encontro histórico de hoje: um grito do Espírito a nós, acordando-nos e convencendo-nos que é possível ser padre hoje e é possível (e necessário) ser santo!
Conversei com vários padres, e fiquei muito feliz, em saber que todos concordam que o Movimento Carismático continua a ser uma fonte de espiritualidade segura e renovadora para nosso ministério sacerdotal.
 Ao Espírito que deseja um Pentecostes sacerdotal que renove a face da terra, toda Honra e Glória! 
Pe. Dudu 
Roma, 8 de Junho