Espiritualidade mariana.

O XXXI Renasem é um forte momento de espiritualidade mariana dentro da jornada vocacional dos seminaristas. Durante o retiro, o quarto do rosário foi rezado todos os dias no fim da tarde, juntamente com a oração das vésperas, entre os Estados. Além disso, na manhã de quarta feira, todos os seminaristas e padres presentes no Renasem consagraram a sua vocação a Maria Santíssima.


No documento 93 da CNBB “Diretrizes para a formação dos presbíteros da Igreja no Brasil”, encontramos no número 282 a seguinte referência a respeito da espiritualidade mariana no processo de formação sacerdotal:


“A Igreja, intimamente relacionada a Jesus Cristo, contempla em Maria sua expressão eminente. Da espiritualidade sacerdotal, trinitária, cristocêntrica e eclesial, brota também o amor do presbítero para com Maria, mãe de Jesus, mãe da Igreja e modelo de participação decisiva na história salvação, digna de imitação (MC 37) A espiritualidade e a devoção marianas hão de ser cultivadas mediante suas várias expressões, especialmente a recitaçãodo rosário com a meditação dos mistérios. “Cada formando chegue a ter com Maria familiaridade espontânea e a “acolha em casa” como o discípolo amado. Ela oferecerá aos sacerdotes força e esperança nos momentos difíceis e os estimulará a ser incessantemente discípulos missionários para o Povo de Deus” (Dap 320).


Maria, mãe dos seminaristas. Rogai por nós!