Carta de Boas Vindas ao Papa Francisco

Caríssimos irmãos! Paz e Bem!

Habemus Papam!

Contrariando as especulações da mídia e a opinião “mesquinha” que identificava o conclave como um jogo de politicagem na busca pelo poder, nesta tarde de quarta-feira (13/03) foi eleito o primeiro Papa latino-americano, o Cardeal Jorge Mario Bergoglio, agora Papa Francisco. Meus irmãos, devemos superar essa linguagem midiática que fala superficialmente e tragicamente a respeito da Igreja de Jesus Cristo. Cremos sim, que o Espírito Santo é o grande protagonista da nossa Igreja. É este mesmo Espírito que anima, orienta e santifica os passos daqueles que se deixam guiar pela luz divina. Assim, pois, foi à forma como se deu o conclave, superando todas as confusões intrigantes causadas pelos personagens da “sociedade do espetáculo”.

Hoje, inicia-se um novo tempo na Igreja, não de revolução, de contradição ou de ruptura como alguns já arriscam comentar. Um novo tempo, porque a graça de Deus se renova, atualiza-se com a eleição do bispo de Roma. Habemus Papam! Devemos nos alegrar, fazer festa porque o Senhor Deus deu-nos um pastor segundo o vosso coração. “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja” (Mt 16, 18).

Com o intuito de responder a pergunta “Que é um papa?” O Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Sergipe, Dom Henrique Soares da Costa, certa fez escreveu: “Ele é, antes de tudo, Sucessor do Apóstolo Pedro, a quem o Senhor Jesus deu o primado sobre os Apóstolos e sobre todos os discípulos. Esse primado é de serviço e de amor, de modo que o papa é o primeiro responsável por testemunhar Jesus Cristo, Filho do Deus vivo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, Salvador da humanidade. Sua primeira missão não é, portanto, fazer coisas, viajar muito, emanar decretos e normas, mas ser uma testemunha do Senhor Jesus, tal qual é acreditado, amado, adorado e anunciado pela Igreja nesses dois mil anos de caminho”. O Papa é servo de Deus que participando intrinsecamente da união com o Seu Senhor, dá-nos testemunho da Verdade!

Junto aos meus irmãos de Seminário, acompanhei a expectativa em torno da eleição, e em seguida o anúncio do novo Pontífice. Momento emocionante, no qual nos deparamos com a universalidade da Igreja Católica. A comunhão entre fieis do mundo inteiro prova-nos que somos o Corpo Místico de Cristo. Meus irmãos, cada vez mais fico apaixonado pela Igreja. Após a renúncia do Santo Padre Bento XVI, ao vermos sua simplicidade e ao mesmo tempo sua coragem de tomar uma decisão tão difícil frente ao cargo que ele assumia, nos deixou uma grande lição.

Outro gesto corajoso e humilde nos apresentou o Papa Francisco, quando antes de nos conceder a bênção apostólica, curvou-se diante da Igreja, pedindo que os fiéis implorasse a Deus a bênção sobre o seu pontificado. Quem não sentiu vontade de rezar pelo Santo Padre? De fato, mais do que nunca fomos chamados a está em constante atitude de oração pelo Papa. A nossa caridade para com o sucessor de Pedro, será aquilo que mais sabemos fazer: a oração. O Ministério para Seminaristas se alegra com a eleição do Papa Francisco e deseja vida longa para conduzir a Barca de Pedro.

Portanto, seja bem vindo, Sua Santidade Francisco! Já o amamos! Conte com nossas orações! E na esperança de nos encontrarmos na Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, ainda este ano.

Que Nossa Senhora, Rainha dos Apóstolos, acolha em seu coração maternal todas as intenções do Papa e as conduza ao Pai do Céu.

Em Cristo,

William Francisco da Silva
Seminarista da Diocese de Caruaru
Ministério para Seminaristas – RCC Brasil