Vi e dou testemunho


Poucas horas nos distanciam do ano 2014, que para nós do Ministério para Seminaristas foi, de fato, o Ano da Graça de nosso Senhor Jesus Cristo, em que vimos Sua ação generosa na vida deste Ministério.
Fazendo uma retrospectiva, posso dizer com toda segurança que vi e dou testemunho de tantos fatos que fizeram amadurecer a missão do Ministério e a vocação de cada seminarista que dele participa.
Vi e dou testemunho...
... do acidente que ocorreu com os membros da coordenação nacional, no dia 12 de janeiro, no distrito de Taquaruçu, próximo a Palmas/TO. Naquele momento sentia a poderosa mão do Senhor nos conduzindo. Em meio a tantas dores, físicas e emocionais, a exemplo do falecimento do inesquecível Luiz Gustavo Eccel, Deus nos dava a força necessária para não nos entregarmos à tristeza. Do caos, Ele constituía um povo fortemente unido na oração, ladeado de tantos sirineus, que aliviavam o peso de nossa cruz. Além do mais, sem dúvidas, o Luiz Gustavo já intercedia ao Pai por nós!
... do Renasem da Cruz, em que as pregações, orações e testemunhos sinalizavam o que é, realmente, fazer a vontade de Deus, mesmo imersos num momento de dor.  
... das inúmeras pessoas que conheceram o Ministério para Seminaristas a partir daquele acontecimento. “O preço do Renasem da Cruz foi altíssimo: o sangue de um mártir!” já dizia um dos nossos.
... da participação de alguns dos nossos irmãos no ENF, em Aparecida, divulgando esta obra, e o testemunho que deram do Renasem da Cruz.
... dos Grupos de Oração que voltaram a acontecer ou que despontaram nos Seminários, em diversos locais deste imenso Brasil.                                                   
... dos Despertar para o Renasem, que foi, diga-se de passagem, o grande marco no dilatar as fronteiras do Ministério. Chegamos em terras antes inabitadas pelo Ministério ou que estavam meio adormecidas na missão. Foi um grande despertar. Já podemos ver os frutos!
... da ampliação da comunicação pelo site e pelo Facebook. Quantas curtidas, comentários e  compartilhamentos!
... dos Retiros Regionais e Estaduais que aconteceram em julho, constituindo momento forte de evangelização dos seminaristas, encurtando as distâncias, a fim de que esses pudessem beber da espiritualidade carismática.
... da participação efetiva dos seminaristas nos encontros promovidos pela RCC de vários Estados do Brasil.
... do antes do Renasem da Ressurreição, que está sendo aguardado com uma contagem regressiva, em que intercessores diversos rezam nesta intenção.
... de bispos e sacerdotes que reconhecem o Renasem como Obra de Deus!
... de leigos que hoje sabem o que é o Renasem, e além do mais divulga-o para os seminaristas.
... da quantidade de inscrições para o Renasem da Ressurreição, principalmente de seminaristas oriundos de Estados que não marcavam presenças neste retiro.
... Enfim, vi e dou testemunho dos inúmeros seminaristas que, neste intervalo de tempo, entre o Renasem da Cruz e o Renasem da Ressurreição, puderam estar mais próximos de Deus através do silêncio orante, buscando fazer a Sua vontade.
Diante de tudo isso, só nos resta rezar com o salmista: “Que poderei retribuir ao Senhor Deus por tudo aquilo que Ele nos fez?” (cf. Sl 115,3).
Sigamos em frente, pois um olhar providencial de Deus vela por esta obra! Nos veremos, em breve, no Renasem da Ressurreição, de 12 a 16 de janeiro de 2015, em Florianópolis/SC.
Feliz e abençoado Ano Novo!

Luiz Antônio de Araújo Guimarães
Seminarista da Arquidiocese de Maceió
Secretário Nacional do Ministério para Seminaristas